Novidades

Movimento Cybertech Brasil desafia startups de cibersegurança


O Programa de Inovação Aberta CyberTech convida empreendedores e startups de segurança cibernética a tornarem o ecossistema digital mais seguro, projetando soluções que auxiliem CISOs e demais profissionais em suas tomadas de decisões na análise e respostas a ameaças cibernéticas.

Com duração de seis meses, o desafio pretende estimular a ideação e desenvolvimento de soluções inovadoras, baseadas no Cisco SecureX, plataforma nativa em nuvem com recursos XDR, que viabiliza a orquestração, integração da infraestrutura de segurança, acelerando a detecção e resposta a incidentes. As startups selecionadas vão receber mentorias de especialistas e acesso ao ecossistema de parceiros e clientes da Cisco, a maior fornecedora de soluções de segurança do mundo.

Sob o tema “Threat Hunting & Incident Response” (‘Busca a Ameaças e Resposta a Incidentes’ na tradução livre), as startups consideradas aderentes ao desafio proposto e selecionadas na primeira etapa seguem para a fase de mentoria sobre Tecnologia, Hiring (contratação de talentos) e Growth/Vendas com duração de dois meses, além de poderem utilizar o espaço físico do Cisco Secure Cyber Hub, o primeiro centro de inovação em cibersegurança no País, localizado em São Paulo. Após essa fase, as startups selecionadas participam do Demo Day para apresentarem a evolução de suas soluções e recebem mais um mês de mentoria, seguida por avaliação final dos jurados especialistas do setor.
As inscrições para o Programa de Inovação Aberta CyberTech vão de 29 de setembro a 05 de novembro pela plataforma: https://cybertechbr.org/

Para Rodrigo Uchoa, diretor para Digitalização da Cisco do Brasil, as novas iniciativas do Movimento são um grande incentivo para ampliar a discussão sobre segurança digital e inovação no País. “Os projetos lançados hoje refletem o ambiente agnóstico e agregador do Movimento CyberTech Brasil, que foi criado para ser um indutor de colaboração e integração entre governo, empresas e a sociedade. A infraestrutura de conectividade e a segurança cibernética são dois pilares fundamentais para a digitalização e desenvolvimento econômico e social do país e, por isso, continuamos desenvolvendo e lançando iniciativas como esta para incentivar a discussão e novas ideias, promover o empreendedorismo e a inovação, estimular a colaboração e integração de todos os participantes do ecossistema digital brasileiro e acelerar a jornada de transformação digital das organizações públicas e privadas no Brasil. Precisamos de um Brasil cada vez mais digital, seguro e inclusivo”, finaliza Uchoa.

Já Gustavo Araujo, co-fundador e CRO do Distrito, destaca que essas duas novas ações do Movimento favorecem a consolidação de um ecossistema de inovação em cibersegurança no Brasil. “O evento é uma ótima oportunidade para fortalecermos um modelo de negócios que atende startups, corporações e investidores no setor. O avanço da nova economia demanda um avanço também na segurança das informações. São aspectos que andam lado a lado, e se comunicam diretamente com necessidades reais da sociedade”, completa.

O Movimento CyberTech Brasil 

Idealizado pela Cisco em parceria com o Distrito, o Movimento CyberTech Brasil foi criado para incentivar o desenvolvimento do ecossistema de inovação na área de segurança digital. A proposta é construir um Brasil mais digital e mais seguro, sendo um ecossistema de empresas, organizações e pessoas que se somam para discutir e promover a inovação no setor de segurança cibernética no Brasil.

Ao entender a relevância e necessidade da segurança cibernética para garantir que as empresas e o governo possam continuar sua jornada de transformação digital, a iniciativa promove ações para divulgar conhecimento e capacitar profissionais, como hackathons, programas de aceleração de startups focadas em cibersegurança, além de produção de conteúdos e relatórios sobre o setor no Brasil.

Para conhecer mais sobre a plataforma Cybertech Brasil e o Programa de Inovação Aberta, acesse www.cybertechbr.org

+1
0
+1
0
+1
0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *