Eventos

Veja como foi o demo day de nosso 1º Programa de Inovação Aberta!

Após longos meses de muito aprendizado, compartilhamento de conhecimentos e trabalho colaborativo, o 1º Programa de Inovação Aberta do Movimento CyberTech Brasil chegou ao seu fim no dia 22 de março. Foi nessa data que, em um evento fechado, executivos das três startups finalistas — EcoIT, Murabei e 300 Inteligência de Negócio — se reuniram no Cisco Secure CyberHub, localizado no coração de São Paulo capital, para demonstrar suas soluções à bancada de jurados.

Vale ressaltar um ponto importante: conforme informado desde a inauguração da iniciativa, o demo day não teve características de disputa. O trio de empreendimentos já são vencedores, sendo que o encontro teve como objetivo principal permitir uma troca ainda maior de conhecimento, inputs e feedbacks às soluções criadas, independentemente de seu nível de maturidade. O júri responsável por analisar e fornecer tais insights foi composto por profissionais da Cisco e especialistas do mercado, tanto de forma física quanto remota.

Para quem não se lembra, é importante recapitular que o 1º Programa de Inovação Aberta do Movimento CyberTech Brasil foi organizado pela Cisco em parceria com o Distrito, e tinha como temática Detecção de Ameaças e Resposta a Incidentes. O desafio propunha a criação de plataformas, ferramentas e aplicações que solucionassem uma série de dores das equipes modernas de segurança da informação, sempre dialogando com a Cisco SecureX, solução de detecção e resposta estendida (XDR) da transnacional.

Conheça as startups!

Primeira a se apresentar, a EcoIT, fundada em 2017 por Vinicius e Luciana Durbano, demonstrou a plataforma EcoTrust, projetada para — nas palavras do próprio cofundador — “reduzir a janela de exposição do negócio a ameaças cibernéticas de altíssimo risco com a participação direta do CEO da empresa”. Trata-se de uma solução que utiliza fontes de inteligência para dar maior visibilidade aos riscos e automatizar respostas contra eventuais ameaças, tudo de uma forma mais intuitiva e palatável para a alta diretoria.

O público-alvo? Principalmente as corporações de pequeno a médio porte, que possuem até cinco profissionais em sua equipe de segurança da informação. Ao envolver os executivos responsáveis pelos ativos em risco (mesmo que eles não pertençam às áreas de SI e/ou TI) na consolidação de informações e operacionalização das estratégias de mitigação de risco, a EcoTrust se consolida como uma ferramenta eficiente em um período de transformação digital acelerada e déficit de mão-de-obra qualificada.

Já a Murabei, representada no demo day por seu CTO André Baceti, adota uma abordagem diferente. Nascida e criada no mundo da ciência de dados, a startup não demonstrou um produto materializado em uma interface-padrão, mas sim o uso do Pumpwood, seu framework proprietário de modelagem matemática, aplicado à cibersegurança. Com o nome de SearchDefender, a projeção mira em uma visão mais analítica com um forte viés científico para fazer a gestão dos modelos de risco.

Trata-se de um caminho similar ao traçado pela mineira 300 Inteligência de Negócio. De acordo com Guilherme Leitão, cofundador da startup, sua especialidade também é integração, validação e cruzamento de dados, gerando informações que auxiliam na tomada rápida de decisões críticas. A empresa demonstrou um protótipo baseado em um algoritmo rudimentar, porém funcional, que analisa e quantifica o volume de ameaças com base em seu nível de criticidade de acordo com a matriz do cliente.

Benefícios para ambos os lados

É uma unanimidade entre os participantes do programa que a iniciativa do Movimento CyberTech Brasil foi importante para abrir seus olhos para um mercado promissor e altamente frutífero. E, se por um lado, a ação impulsionou a entrada de novos empreendedores no setor, por outro, ela foi importante para mapearmos e nos aprofundarmos ainda mais no cenário brasileiro de inovação — como bem observado por Rodrigo Uchoa, diretor de digitalização da Cisco do Brasil.

Confira abaixo os highlights do evento!

+1
2
+1
0
+1
0

Deixe um comentário